escolas que criam

O PROGRAMA image
O Programa Escolas que Criam tem como fundamento o "pensarfazer" criativo na formação dos educadores, estimulando o potencial criador, desenvolvendo-o e alinhando-o com o "pensarfazer" pedagógico.
A ação do Programa é baseada na perspectiva do "saberser" e do "saberfazer", na e para a ação criadora, pois os fatores intra e interpessoais, aliados aos fatores individuais e sociais implicam na produção e expressão criativa do indivíduo e da sociedade.
O educador, ao reconhecer-se um ser potencialmente criativo, consciente do quanto essa expressão humana permeia-o e contribui para ação pedagógica diferenciada, poderá proporcionar aos estudantes variadas, distintas e significativas experiências de aprendizagem.

O que os educadores irão aprender para encorajar a criatividade dos estudantes
  • Valorizar a imaginação, a curiosidade e a investigação;
  • Promover a abertura para novas experiências, a flexibilidade do pensamento e a aceitação de riscos;
  • Disponibilizar tempo e materiais para que os alunos ampliem suas possibilidades de  expressão;
  • Criar um ambiente físico e emocionalmente seguro, favorável às manifestações de pensamento e criação;
  • Incentivar a busca de alternativas aos problemas existentes e aos que ainda irão surgir;
  • Combinar o pensamento criativo com a análise crítica para acessar possibilidades e alcançar objetivos;
  • Contribuir para criação de imagens do futuro e exploração além dos limites pessoais;
  • Ampliar o desenvolvimento dos estudantes através do trabalho coletivo e colaborativo.


A criatividade entrou em minha vida quando eu era bem garoto. Costumava brincar nas ruas de barro do bairro onde nasci. Quando chovia, as vias ficavam um atoleiro só e os carros que passavam separavam a lama entre o meio e as laterais, construindo duas trilhas. Depois de alguns dias de estiagem, o barro que havia se deslocado com o movimento dos veículos secava, e as pessoas usavam os caminhos deixados pelas marcas dos pneus, fazendo delas sua estrada. Porém, o que eu fazia mesmo era andar sobre a lama dura, pisando firme, usando, às vezes, o calcanhar para desfazer “os torrão”, criando o meu próprio atalho!
As dificuldades na infância em ter brinquedos, principalmente pela questão financeira, mexiam com a imaginação, contribuindo para criar os meus, já que não podia comprá-los. O skate, as mesas para jogo de botão e ping-pong, além dos carros de madeira e lata, e tantos outros, eram feitos no quintal de casa (meu atelier) e me enchiam de orgulho quando prontos. Em muitos desses casos, a novidade não estava na concepção do brinquedo “novo”, “diferente”, mas na utilização de material para concebê-los, pois nem sempre dispunha dos recursos adequados e aí entrava o jogo com as ideias na busca por alternativas.
Só depois, já adulto, ao entrar em contato com o conceito da criatividade, percebi que a atitude em criar o meu próprio trajeto e produzir os brinquedos, impelia-me, intuitivamente, ao ato criativo. As lembranças desses momentos da infância e a consciência da beleza que é a ação criadora têm me conectado com sentimentos e sentidos da minha humanidade, memórias estas que me trouxeram até aqui e me conduzem em minha prática como professor de professores, na e para a criatividade.




PROPÓSITO

Desenvolver as habilidades do pensamento criativo no contexto das práticas pedagógicas nos ambientes educacionais, por meio de experiências de aprendizagem transformativas.

PREMISSAS

Experimentar Refletir Aprender Criar Transformar

ITINERÁRIO FORMATIVO

Conectar-se com o EU criativo Compreender conceitos relacionados com o pensamento criativo Desenvolver e aplicar habilidades criativas Criar uma ambiência favorável à criatividade Relacionar a criatividade às atividades pedagógicas Resolver problemas educacionais criativamente

PALESTRAS

As palestras são ofertadas para grandes grupos cujo objetivo é favorecer a compreensão dos conceitos de criatividade, pensamento criativo, habilidades do pensamento criativo e liderança criativa. Duração de até 1 hora e 20 minutos.

OFICINAS

As oficinas são intervenções mais pontuais, utilizando-se de estratégias que levam os participantes vivenciarem experiências de aprendizagem com as habilidades do pensamento criativo por meio de jogos heurísticos, exercícios e dinâmicas. Carga horária de 2 a 8 horas

CURSOS

Os cursos possuem maior capacidade de aprofundamento dos conceitos, combinando apresentações e vivências de uma forma mais ampla, englobando mais conteúdo e mais tempo para reflexão das vivências. Carga horária de 8 a 40 horas.

Me chamo Mário Jorge Oliveira Silva e sou fascinado pelo estudo da criatividade e dedicado ao encorajamento de professores e professoras a fazerem suas aulas na e para a criatividade. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe, pós-graduado em Gestão da Criatividade pela Faculdade São Luís de França  e em Gestão Estratégica e Qualidade pela Universidade Tiradentes. Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Sergipe e com formação em Habilidades do Pensamento Criativo, pela United Innovations (USA) e em Liderança Criativa, pela Creative Education Foundation (USA).  Atuei como professor da disciplina Criatividade na Educação do curso de Pedagogia e no  Programa de Pós-graduação e Extensão Lato Sensu/MBA  em "Educação e Empreendedorismo para Docentes do Ensino Médio da Rede Pública Estadual", ambos pela Faculdade São Luís de França.  Também sou membro do Grupo de Estudos em Educação Superior (GEES/UFS/CNPq) e membro executivo da Feira Científica de Sergipe (CIENART), que é uma iniciativa conjunta da Associação Sergipana de Ciência (ASCi), Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Instituto Federal de Sergipe (IFS).
QUEM SOU EU image

VIROU MINHA CABEÇA

“O curso virou a minha cabeça. Eu tinha outra visão de criatividade. Não sabia que era tão abrangente. Depois desse curso, com certeza não serei mais a mesma.”

TRANSFORMAR ALÉM DA SALA DE AULA

“Excelente reflexão acerca das possibilidades de incentivar, comunicar e transformar na nossa sala de aula e além dela”

O VALOR DA CRIATIVIDADE

“Uma tarde cheia de criatividade, onde cada profissional presente teve a oportunidade de fazer uma reflexão sobre o valor da criatividade, da fala a ação. Momentos como esse no ambiente escolar encoraja o professor ao grande desafio de Criar para ensinar.”

É POSSÍVEL INCENTIVAR E CRIAR JUNTO COM NOSSOS ALUNOS

“Experiência bastante agradável onde aprender e ensinar se misturam de forma alegre, ativa e prazerosa. Com linguagem bastante clara, você contribuiu para despertar a criatividade e a crença de que é possível incentivar e criar junto com nossos alunos”

DESPERTAR HABILIDADES

“Gostei muito do curso, pois ele nos leva a um melhor conhecimento de nós mesmos, despertando dentro de nós habilidades que não conhecíamos através do rompimento dos nossos bloqueios. O curso foi muito enriquecedor.”

QUEBRAR BLOQUEIOS

“O curso foi muito gratificante para mim. Gostei muito, pois me fez quebrar alguns bloqueios que existiam em minha vida, abrindo uma visão mais ampla para desenvolver o meu projeto de vida.”

NOS RECONHECERMOS PESSOAS CRIATIVAS

"A oficina é interessante e relevante para que possamos nos reconhecer como indivíduos criativos, e capazes de desenvolver e promover atividades que possam estimular o processo criativo dos nossos alunos."

REFLETIR SOBRE O PODER DE CRIAR

"A oficina possibilitou ao cursista reflexão sobre a ação de criar, de ressignificar dentro e fora do contexto escolar."

LEVAR (CRIATIVIDADE) PARA A VIDA E PARA A SALA DE AULA

“Sinceramente, o curso foi excelente, abriu minhas ideias e consegui absorver de forma positiva a tal ponto de levar para a vida e para a sala de aula. A didática e o compartilhamento das informações foram bastante enriquecedores”.

PODEMOS PENSAR DIFERENTE PARA AGIR DIFERENTE

“Experiência incrível para despertar a nossa criatividade. Somos professores formados na década passada, numa ideia de escola transmissora, então é isso que sabemos fazer. Com essa experiência podemos pensar diferente para agir diferente”.

SER CRIATIVO É UMA NECESSIDADE DE SOBREVIVÊNCIA

“Gostei do formato abordado, das dinâmicas e como fomos colocados para pensar. Ser criativo faz parte na nossa existência, é uma necessidade de sobrevivência.
Ser aluno é retornar, voltar e rever. Todo professor deve fazer esse retorno e pensar: que tipo de aula eu gostaria?
Acredito que este tipo de curso nos faça refletir e pensar como o aluno pode ter uma experiência mais completa”.

ME FEZ REFLETIR SOBRE SER CRIATIVO

"A oficina foi muito enriquecedora e criativa, pois me fez refletir sobre ser criativo e como a criatividade é de fato importante em todos os âmbitos, além de me fazer perceber que sou criativa, fato que eu contestava antes,..."

OFICINA ENVOLVENTE

"O momento com o professor foi incrível, as falas, as dinâmicas, o modo de nos envolver em cada etapa da oficina."

EXPERIÊNCIA INCRÍVEL!


Foi uma experiência incrível. Me vi em várias falas e pude refletir como mudar a vivência dos meus alunos a partir do pensamento criativo. Somente gratidão!

ABRIU NOSSA MENTE



Divergente e convergente! O professor abriu nossa mente ao mesmo tempo em que amarrou ideias importantes. Muito enriquecedor! 




A CRIATIVIDADE É A CHAVE MESTRA

“Uma ótima vivência. Aprendi que a criatividade precisa ser a chave mestra para minha vida profissional. Aprendi também que devemos “aflorar” em nossos alunos a criatividade. Parabéns ao facilitador pela organização, didática, sensibilidade e experiências vividas.”

IR ALÉM DOS CONTEÚDOS

“Vivi horas de aprendizagem e criatividade. Aprendi que tenho capacidade de criar, alinhar objetivos e desenvolver minhas aulas com criatividade, posso tornar minhas aulas atrativas e devo despertar em meu aluno o desejo de ir além dos conteúdos.”

SOMOS CRIATIVOS

“Foi uma experiência incrível! Aprendi que somos criativos e capazes de criar dentro daquilo que nos propomos a fazer. Foi uma troca de experiências onde foram abordadas novas maneiras, novas metodologias para a (re)construção do conhecimento, de forma lúdica e prazerosa.”

VONTADE DE CRIAR COISAS NOVAS

“A formação agrega bastante a minha prática de ensino. Cada ideia e informação transmitida me fez repensar e aumentar a minha vontade de criar coisas novas. Poderia durar o dia todo.”

A CRIATIVIDADE É UMA HABILIDADE QUE PODE SER ESTIMULADA

“Quero dizer que foi um momento muito bom, de aprendizagem e interação com os colegas. Foi sem dúvidas o melhor momento do planejamento. Bom saber que criatividade é uma habilidade que pode ser estimulada. Nesse momento, os nossos alunos precisam muito disso.”

AMPLIAR MINHAS PERSPECTIVAS DOCENTES

“Adorei a oficina. Todo conteúdo e metodologia farão muita diferença em minha prática docente. Já trabalhava questionando o pensamento cartesiano, tradicional e hegemonicamente posto. Conhecer mais sobre o pensarfazer criativo ampliará minhas perspectivas docentes e experiências rumo aos enfrentamentoS cotidianos.”

NOVA FORMA DE EXPERIMENTAR O APRENDIZAFO

“Aprender, experimentar, criar, desenvolver a liberdade de pensamento, construirmos nova forma de experimentar o aprendizado. A criatividade trás em nós um dos lugares maios bonitos do ser humano, o estado de felicidade da mente. Foi bem proveitoso e leve.”

Descubra como despertar a sua criatividade

De acordo com o relatório Future of Work, publicado em 2023 pelo Fórum Econômico Mundial, a criatividade é a segunda habilidade mais importante para o trabalho em 2023 — atrás apenas de pensamento analítico.

https://www.weforum.org/reports/the-future-of-jobs-report-2023/

Criatividade na aprendizagem

87% dos professores e 77% dos pais concordam que as abordagens de ensino que inspiram a CRIATIVIDADE no processo de aprendizagem têm um retorno maior para os alunos.

https://www.gallup.com/education

Competências Gerais da Educação Básica

2 - Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.

http://basenacionalcomum.mec.gov.br

Referenciais para elaboração dos itinerários formativos conforme as Diretrizes Nacionais do Ensino Médio.

4.2. Processos Criativos

Este eixo tem como ênfase expandir a capacidade dos estudantes de idealizar e realizar projetos criativos associados a uma ou mais Áreas de Conhecimento, à Formação Técnica e Profissional, bem como a temáticas de seu interesse. Justificativa: Para participar de uma sociedade cada vez mais pautada pela criatividade e inovação, os estudantes precisam aprender a utilizar conhecimentos, habilidades e recursos de forma criativa para propor, inventar, inovar.

https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/70268199

Pensamento Criativo será avaliado pelo PISA

Pensamento criativo é avaliado no estudo do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2021.

https://www.gov.br/inep/pt-br/assuntos/noticias/acoes-internacionais/publicada-nova-matriz-de-referencia-para-o-pisa-2021
MEU LIVRO image
O meu livro, intitulado "Itinerâncias formativas na e para a criatividade: experiências, aprendizagens e transformações" é um recorte da minha dissertação de mestrado, do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe. A pesquisa é fruto de algumas inquietações minhas decorrentes das reflexões originadas nas discussões durante os processos formativos de Professores que venho conduzindo.
Se a escola deve preparar os estudantes para solucionar os problemas que ainda não existem, a chave para tamanho desafio está no desenvolvimento das habilidades do pensamento criativo. Foi considerando essa premissa que levei a campo uma experiência de Pesquisa-formação com estudantes do curso de licenciatura em pedagogia da Universidade Federal de Sergipe, campus de Itabaiana.
O estudo objetivou compreender as concepções das licenciandas sobre criatividade, quais aprendizagens essas estudantes (re)construíram ao longo do itinerário formativo e em que medida essa itinerância contribuiu para a prática docente das futuras professoras. As respostas a esses questionamentos produziram encontros emocionantes e reveladores das acadêmicas com a natureza criativa, individual e coletiva, evidenciando suas potencialidades por meio das reflexões advindas das experiências vivenciadas.
O encontro com o "eucriativo" e deste com as experiências de aprendizagem permite-nos (re)construir conceitos e nos conectarmos com os "saberesfazeres" criativos que podem ajudar aos professores e futuros professores em sua prática em sala de aula. Estas são as compreensões que você, caro(a) leitor(a), terá ao se apropriar do conteúdo desta obra, permitindo a ampliação do seu olhar sobre a necessidade de nos encorajarmos enquanto professores para melhor conduzir nossos estudantes, cada vez mais, no desenvolvimento de suas criatividades.
Acesse o livro pelo link: https://drive.google.com/drive/folders/1Fmh4cm3tXM3jUMdOxngPNNFIuA7HXVnX
Ao abrir o link, procure por: Itinerâncias formativas.pdf